XXVIII JOGOS FLORAIS DE RIBEIRÃO PRETO – 2015

XXVIII JOGOS FLORAIS DE RIBEIRÃO PRETO – 2015                                   

TEMA NACIONAL: PERFIL –  Categoria: (VENCEDORES)

1º lugar
Num retrato sem moldura
vi mamãe na mocidade,
era o perfil da ternura
na moldura da saudade!
Campos Sales – São Paulo-SP

2º lugar
O perfil do brasileiro
mudou muito… vejam só:
parece que o povo inteiro
de si mesmo está com dó…
Antônio Augusto de Assis –Maringá-PR

3º lugar
Seja de frente ou perfil,
jamais consegue o pintor
mostrar o quanto é sutil
a beleza interior.
Ruth Farah Nacif Lutterback –Cantagalo-RJ

4º lugar
Quem vê de perfil a Vida
não vive em totalidade,
sente a Vida resumida
somente em meia-verdade.
Vanda Fagundes Queiroz- Curitiba-PR

5º lugar
Cortês, arisco, engraçado,
sabido, alegre, faceiro…
-Eis o retrato falado,
o perfil do brasileiro!!!
Eduardo A.O.Toledo – Pouso Alegre-MG
————————————————-

(MENÇÕES HONROSAS)

1º lugar MH
Bem de frente ela é tão linda!
rosto, seios e quadril.
fica bem mais linda ainda
com seu corpo de perfil.
Albércio Nunes –Serra-ES

2º lugar MH
Nem sempre quem é gentil
e prega amor e bondade
exibe o mesmo perfil
que esconde na intimidade.
Roberto Resende Vilela – Pouso Alegre-MG

3º lugar MH
Ao traçar o seu perfil
de homem fiel e sincero
a meu pai dou glórias mil
e imitá-lo é o que mais quero.
Alfredo Barbieri- Taubaté-SP

4º lugar MH
Tem perfil de vencedor
quem, de maneira tenaz,
se entrega a intenso labor
e cultiva o amor e a paz!
Giva da Rocha- São Paulo-SP

5º lugar MH
O meu perfil sempre traço
nos versos simples que eu sou;
mas sempre fica onde passo,
o que de mim não passou
Wandisley Garcia –Jales-SP

=====================================

TEMA NACIONAL: PROPINA –  Categoria: (VENCEDORES)

1º lugar
Foi de estúpida a estupenda
a inocência da menina
que, em seus informes de renda,
lançou: “ganhos com propina”!
José Ouverney –Pindamonhangaba-SP

2º lugar
Se o dinheiro da propina
fosse usado em hospitais,
triunfava a medicina
e ninguém morria mais!
Jaime Pina da Silveira – São Paulo -/SP

3º lugar
“Recusa” a oferta, baixinho:
-propina? Não quero, não,
mas aceito um “agradinho””
se não passar de um milhão.
Wanda de Paula Mourthé –Belo Horizonte-MG

4º lugar
Já virou moda a propina
-no petróleo e mensalões…
É fácil ser “gente fina”;
ladrões que roubam milhões!!!
Alba Helena Corrêa – Niterói- RJ

5º lugar
“Isto aqui não é propina…
foi uma ajuda, um agrado;”
mas o malandro (que sina),
no flagra, foi algemado!
Giva da Rocha –São Paulo-SP
———————————————

(MENÇÕES HONROSAS)

1º lugar MH
Ganho toda concorrência
subornando com propina.
se descobrirem? Paciência…
propina virou rotina!
Abílio Kac – Rio de Janeiro -RJ

2º lugar MH
A propina apareceu
quando a cobra sem juízo,
lesou Eva e a corrompeu,
com maçã no paraíso.
José Guarany Rodrigues – Pindamonhangaba -SP

3º lugar MH
“Lava a jato” essa propina!
Ah! Meu Deus! Que coisa feia
ver toda esta “gente fina”
ocupando uma cadeia.
José Gilberto Gaspar – São Bernardo do Campo-SP

4º lugar MH
Após descobrir a mina,
e por ter um mal conceito,
ele também quer propina
por ser vice do prefeito!
Ailto Rodrigues – Nova Friburgo –RJ

5º lugar MH
Tanta propina se envia
pra mansão de um empreiteiro,
que até mesmo sua pia
faz lavagem de dinheiro
Renata Paccola – São Paulo-SP.
========================

NOVOS TROVADORES- PERFIL

1º lugar (troféu)
No desfile juvenil
a tornamos muito bela;
realçando o seu perfil
triunfou na passarela!
Mifori –São José dos Campos –SP

2º lugar (medalha dourada)
Eu jamais acreditei
no amor à primeira vista;
até que um dia fitei
seu perfil numa revista.
Luiza Nelma Fillus – Irati –PR

3º lugar (medalha dourada)
Aquele cara excelente,
com tantos dotes de amor,
que conta dedos frequente
tem perfil de trovador.
Ari Santos de Campos – Bal. Camboriú-SC

4º lugar (medalha dourada)
Tem o perfil de uma santa,
de um anjo tem a bondade,
porém o que mais me encanta:
“ É pura, não tem maldade.”
Roderique Pedro Albuquerque – Itaboraí-RJ

5º lugar (medalha dourada)
No espelho do coração,
vejo o teu belo perfil
com os olhos da paixão,
o que me faz ser gentil.
José Roberto Canôas – Barretos –SP
=========

 NOVOS TROVADORES- PROPINA

1º lugar (troféu)
Cinquenta reais por ponto…
e ao mestre ele deu quinhentos.
Da propina, houve um desconto:
-Nota dois… e os quatrocentos!!!
José Feldman – Maringá- PR

2º lugar (medalha dourada) –
Quem me dera ter propina
para não mais trabalhar…
mas acho que minha sina
é ter mesmo que ralar.
Nair Lopes Rodrigues – Santos-SP

3º lugar (medalha dourada)
Tem gente que nessa vida
quer somente se arrumar.
Vê na propina a saída
e por que então trabalhar°
Edna Vasconcelos – Niterói-RJ

4º lugar (medalha dourada
Não vou propina aceitar,
pois vivo do meu salário,
mas… se é para eu me arrumar,
eu pego… não sou otário.
Roderique Pedro Albuquerque – Itaboraí-RJ

5º lugar (sem classificado)

I CONCURSO DE TROVAS DE ITAPEMA/SC

 


TEMA MARÉ – VETERANOS
1º. Lugar
Venci marés violentas,
ondas e mares sem fim…
Só não venci as tormentas
que existem dentro de mim!
Prof. Garcia – Caicó/RN
2º. Lugar
Viver é desafiar
as marés enfurecidas
que teimam em afundar
o barco das nossas vidas…
Ercy Maria Marques de Faria – Bauru/SP
3º. Lugar
Sem contar com teu carinho,
na praia, em pleno verão,
a maré vem de mansinho
molhar minha solidão…
Antonio Colavite Filho – Santos/SP
4º. Lugar
Sem um porto verdadeiro
onde ancorar os meus pés,
meu coração jangadeiro
vive ao sabor das marés!
Arlindo Tadeu Hagen – Juiz de Fora/MG
5º. Lugar
Em fantasias, singrando
nas marés onde navego,
meu barco tem o comando
dos sonhos a que me entrego!
Edmar Japiassu Maia – Nova Friburgo/RJ
6º. Lugar
Na vida, contra a maré
eu remo e jamais afundo
pois quem tem força e tem fé
transpõe marolas do mundo.
José Henrique da Costa – Magé/RJ

7º. Lugar
O mar, quando vê desfeita
a fúria da maré cheia,
na praia, exausto, se deita
e se abraça com a areia.
Sandro Pereira Rebel – Niteroi/RJ
8º. Lugar
Quando, à noite, a maré cresce,
e o plenilúnio incendeia,
o oceano se incandesce,
prateado: – É lua cheia!
Fabiano de Cristo Magalhães Wanderley – Natal/RN
9º. Lugar
Nas praias do desencanto
onde a saudade passeia,
a maré se eleva tanto
que joga os sonhos na areia!
Eduardo A. O. Toledo – Pouso Alegre/MG
10º. Lugar
Sob os raios do luar,
as ondas ficam de pé,
querendo a lua alcançar
no refluxo da maré.
Sônia Maria Sobreira da Silva – Rio de Janeiro/RJ
11º. Lugar
A maré, tão impulsiva,
esbanjando inquietude,
parece a locomotiva
do viço da juventude.
Heder Rubens Silveira e Souza – Natal/RN
12º. Lugar
Com a fronte sempre erguida
e robusto em minha fé,
vou singrando o mar da vida
alheio a qualquer maré!
José Antonio de Freitas – Pitangui/MG
13º. Lugar
Pela maré empurradas,
as ondas, quais corredeiras,
parecem saias bordadas
pelas mulheres rendeiras.
Sonia Maria Sobreira da Silva – Rio de Janeiro/RJ
14º.  Lugar
A minha vida, hoje em dia,
do que foi nada mais é
que uma jangada vazia,
indiferente à maré.
Maria Madalena Ferreira – Magé/RJ

15º. Lugar
Um garotinho, na areia,
tantos castelos constrói,
sem saber que a maré cheia,
logo que chega… os destrói!…
Carolina Ramos – Santos/SP
TEMA MARÉ – NOVOS TROVADORES
1º. Lugar
Tanto lixo a maré deixa
na rede do pescador,
que o mar bravio se queixa
num triste grito de dor.
José Feldman – Maringá/PR
2º. Lugar
Singrando o mar desta vida,
mesmo ao sabor da maré,
nenhuma rota é perdida,
se eu não perco o amor e a fé.
Aluízio Alberto da Cruz Quintão – Belo Horizonte/MG
3º. Lugar
Eu comparo o meu passado
à maré, na lua cheia:
– Derruba um sonho encantado
e o meu castelo de areia!
Eulinda Barreto Fernandes – Bauru/SP
4º. Lugar
O meu coração errante
é oceano de emoções…
vive em compasso inconstante
na maré… das ilusões.
Luzia Brisolla Fuim – São Paulo/SP
5º. Lugar
A maré que me levou
para tão longe do lar
também cedo me ensinou
que viver é navegar.
Edweine Loureiro da Silva – Saitama/Japão
6º. Lugar
Maré alta, o mar se enfesta;
sobe a lua, explode em prata;
faz-se a noite toda em festa,
e a beleza me arrebata!
Lilia Maria Machado Souza – Curitiba/PR
7º. Lugar
Neste mar de desenganos,
levado pela maré,
em tantos sonhos insanos,
minha força é sempre a fé.
José Feldman – Maringá/PR
8º. Lugar
Maré – que balé gostoso
das dançarinas do mar…
sobem o aclive rochoso
e descem a descansar.
Adamo Pasquarelli – São José dos Campos/SP
9º. Lugar
No mar azul dos teus olhos,
vai meu barco navegando,
bem distante dos abrolhos,
onde a maré vem chegando.
José Roberto Canôas – Barretos/SP
10º. Lugar
Sumiu minha nova trova
rabiscada em plena areia
debaixo de outra mais nova
que chegou na maré cheia.
Carlos Henrique da Silva Alves – Senhor do Bonfim/BA
CONCURSO ESTADUAL DE TROVAS – TEMA ONDA
1º. Lugar
Que a onda leve a tristeza
e me devolva a esperança,
fortalecendo a certeza
de que me espera a bonança.
Jean Carlos Sophiatti – Brusque/SC
2º. Lugar
Quando me deito a seu lado,
as ondas dos seus cabelos
são como ninhos trançados
com finíssimos novelos.
Jean Carlos Sophiatti – Brusque/SC
3º. Lugar
Qual boca sensual, a onda
beija as areias da praia.
Ao final de cada ronda
volta ao seu leito… e desmaia.
Maria Luiza Walendowsky – Brusque/SC
4º.  Lugar
A onda beija os rochedos,
deixando neles gravados
velhos sonhos e segredos
jamais ao mar revelados.
Patricia I. F. Sophiatti – Brusque/SC
5º. Lugar
Tal qual indomável onda
que ameaça as cercanias,
terrível perigo ronda
a criança em nossos dias!
Maria Luiza Walendowsky – Brusque/SC
6º. Lugar
Aquelas ondas serenas
largadas de um mar azul
vão banhar belas morenas
nas praias “quentes” do sul.
Ari Santos de Campos – Itajaí/SC

7º. Lugar
Uma garça passeava
naquela praia pequena
e a onda ali cirandava
na branca areia serena.
Maria Carmen Varejão – Balneário Camboriú/SC
8º. Lugar
No balanço do meu barco,
que vai subindo e descendo,
na onda como em um marco
deixo o que está remoendo.
Patricia I. F. Sophiatti – Brusque/SC
9º. Lugar
O mar molhando os meus pés,
suave balanço da onda;
provocantes cafunés
nas belas noites de ronda.
Arthur Gabriel Silveira – Brusque/SC
10º. Lugar
Pororoca, grande onda,
mexe e remexe os barquinhos,
e no barranco ela estronda
assustando os ribeirinhos.
José Carlos Cercal – Brusque/SC
Coordenação:
Eliana Ruiz Jimenez
Delegada da UBT de Itapema

XVIII JOGOS FLORAIS DE CURITIBA 2015 – TROVAS

 

TROVAS CLASSIFICADAS XVIII JOGOS FLORAIS DE CURITIBA

Tema IGUAÇU
VETERANOS

1º lugar
Em danças mirabolantes,
o Iguaçu tece rendados
e saúda os visitantes
com seus abraços molhados!
Therezinha Diegues Brisolla
São Paulo – SP

2º lugar
Canta Iguaçu!… Que os teus cantos,
feitiços das verdes matas,
afastam mágoas e prantos
no canto das Cataratas!
Francisco Garcia
Caicó – RN

3º lugar
Se, Iguaçu, tua grandeza,
coubesse numa pintura,
o Paraná, com certeza,
seria a tua moldura!
Arlindo Tadeu Hagen
Juiz de Fora – MG

4º lugar
De uma beleza suprema
e encantamento selvagem,
Foz do Iguaçu, és poema
onde Deus pôs Sua imagem!
Ivone Taglialegna Prado
Belo Horizonte- MG
5º lugar
Provando o teu poderio,
Iguaçu, nos arrebatas,
criando em pleno vazio
a explosão das Cataratas…
Darly O. Barros
São Paulo – SP

6º lugar
Dança o Iguaçu, mansamente,
por entre o verde das matas
e entre os passos, de repente,
rebenta-se em cataratas.
Almira Guaracy Rebelo
Belo Horizonte – MG

7º lugar
Ao longe, escuto a sonata
do teu enlevo profundo…
Iguaçu, és a cascata
que encanta os olhos do mundo.
Hélio Pedro Souza
Natal – RN

8º lugar
Se a mão de Deus se retrata
nas telas da natureza,
Iguaçu, és catarata,
retratada com grandeza!
Selma Patti Spinelli
São Paulo – SP

9º lugar
O Iguaçu prova e eu confio:
– cair não é coisa má.
É nas quedas que este rio
agiganta o Paraná!
Messias da Rocha
Juiz de Fora – MG

10º lugar
Contam lendas, pelas matas,
da sua nascente à foz:
– O Iguaçu, nas cataratas,
pôs o som da sua voz!
Therezinha D. Brisolla
São Paulo – SP

11º lugar
Ao atirar-se no abismo,
com sua enorme vazão,
o Iguaçu mostra o lirismo
das águas, na imensidão.
Eliana Jimenez
Balneário Camboriú- SC

12º lugar
Com o mundo tu partilhas,
Iguaçu, tua beleza
e estás entre as maravilhas
no ranking da natureza!
Wanda Mourthé
Belo Horizonte – MG

13º lugar
Quanto mais a seca avança,
carente de ações sensatas,
mostra Iguaçu a esperança
que rola nas cataratas!
Carolina Ramos
Santos – SP

14º lugar
Iguaçu, das cataratas…
Maior encanto não há:
vinho jorrado em cascatas
na taça do Paraná.
Dodora Galinari
Belo Horizonte – MG

15º lugar
Em teu Parque Nacional,
Iguaçu, reina a beleza:
és poema visual,
benção da mãe natureza!
Wanda Mourthé
Belo Horizonte – MG

16º lugar
Vai, Iguaçu, serpenteia…
afasta a energia má…
– Tu és seiva que passeia
nas veias do Paraná.
Manoel Cavalcante S. Castro
Pau dos Ferros – RN

TEMA IGUAÇU – NOVO TROVADOR

1º lugar
Em suas águas famosas,
Iguaçu, canta a memória
de lendas maravilhosas
que abrilhantam nossa história!
Aluízio Alberto da Cruz Quintão
Belo Horizonte – MG

2º lugar
Iguaçu: famoso rio
de “agua grande” em cataratas;
à natureza o elogio
de Tupã, feito em cascatas!
Aluízio Alberto da Cruz Quintão
Belo Horizonte – MG

3º lugar
Iguaçu tens a beleza
que provoca encantos mil,
ao mostrar toda grandeza
do Paraná e do Brasil!
José Marques
Bauru – SP

4º lugar
Das águas vem o seu canto,
um mantra de sedução…
Dá o Iguaçu voz ao pranto,
fruto da lenda e paixão!
Luzia Brisolla Fuim
São Paulo – SP

5º lugar
Iguaçu tão majestosa!
É foz. É rio. É nascente.
Cada dia mais famosa,
encanto de tanta gente…
Fátima Corrêa Daniel
São Gonçalo-RJ

TEMA IGUAÇU – INTERNACIONAL
NOVO TROVADOR

1º Lugar:
Enciumado, um deus-serpente,
querendo as águas cortar,
acabou dando um presente
para Iguaçu se orgulhar.
Edweine Loureiro da Silva
 Saitama – Japão

2º Lugar:
Iguaçu, de águas cortadas,
ofereces, todo dia,
às almas enamoradas
um banho de poesia.
Edweine Loureiro da Silva
 Saitama – Japão

====================
Outras – não classificadas
    NOVOS TROVADORES
======================
Da névoa, seu mausoléu.
– Índia de corpinho nu
se esconde por entre um véu
da foz do Rio Iguaçu.
======================
As Cataratas do Rio
Iguaçu bravo, de cá,
Deus só fez com tanto brio
para dar ao Paraná.
======================
Tudo aqui passa veloz,
neste Iguaçu, livremente,
menos a imagem da foz
que vai grudada na mente.
======================

XXVIII JOGOS FLORAIS DE RIBEIRÃO PRETO – 2015

XXVIII JOGOS FLORAIS DE RIBEIRÃO PRETO – 2015                                   

TEMA NACIONAL: PERFIL –  Categoria: (VENCEDORES)

1º lugar
Num retrato sem moldura
vi mamãe na mocidade,
era o perfil da ternura
na moldura da saudade!
Campos Sales – São Paulo-SP

2º lugar
O perfil do brasileiro
mudou muito… vejam só:
parece que o povo inteiro
de si mesmo está com dó…
Antônio Augusto de Assis –Maringá-PR

3º lugar
Seja de frente ou perfil,
jamais consegue o pintor
mostrar o quanto é sutil
a beleza interior.
Ruth Farah Nacif Lutterback –Cantagalo-RJ

4º lugar
Quem vê de perfil a Vida
não vive em totalidade,
sente a Vida resumida
somente em meia-verdade.
Vanda Fagundes Queiroz- Curitiba-PR

5º lugar
Cortês, arisco, engraçado,
sabido, alegre, faceiro…
-Eis o retrato falado,
o perfil do brasileiro!!!
Eduardo A.O.Toledo – Pouso Alegre-MG

========================

NOVOS TROVADORES- PERFIL

1º lugar (troféu)
No desfile juvenil
a tornamos muito bela;
realçando o seu perfil
triunfou na passarela!
Mifori –São José dos Campos –SP

2º lugar (medalha dourada)
Eu jamais acreditei
no amor à primeira vista;
até que um dia fitei
seu perfil numa revista.
Luiza Nelma Fillus – Irati –PR

3º lugar (medalha dourada)
Aquele cara contente,
 com tantos dotes de amor,
 que conta dedos frequente
 tem perfil de trovador.
Ari Santos de Campos – Bal. Camboriú-SC

4º lugar (medalha dourada)
Tem o perfil de uma santa,
de um anjo tem a bondade,
porém o que mais me encanta:
“ É pura, não tem maldade.”
Roderique Pedro Albuquerque – Itaboraí-RJ

5º lugar (medalha dourada)
No espelho do coração,
vejo o teu belo perfil
com os olhos da paixão,
o que me faz ser gentil.
José Roberto Canôas – Barretos –SP
=========
————————————————-

(MENÇÕES HONROSAS)

1º lugar MH
Bem de frente ela é tão linda!
rosto, seios e quadril.
fica bem mais linda ainda
com seu corpo de perfil.
Albércio Nunes –Serra-ES

2º lugar MH
Nem sempre quem é gentil
e prega amor e bondade
exibe o mesmo perfil
que esconde na intimidade.
Roberto Resende Vilela – Pouso Alegre-MG

3º lugar MH
Ao traçar o seu perfil
de homem fiel e sincero
a meu pai dou glórias mil
e imitá-lo é o que mais quero.
Alfredo Barbieri- Taubaté-SP

4º lugar MH
Tem perfil de vencedor
quem, de maneira tenaz,
se entrega a intenso labor
e cultiva o amor e a paz!
Giva da Rocha- São Paulo-SP

5º lugar MH
O meu perfil sempre traço
nos versos simples que eu sou;
mas sempre fica onde passo,
o que de mim não passou
Wandisley Garcia –Jales-SP

=====================================

Nova Diretoria da UBT de Itajaí

No dia 01 de janeiro de 2015, em Assembleia Geral Ordinária, tomaram posse os novos membros da Diretoria da UBT de Itajaí, para o biênio 2015/2016, a qual ficou assim constituída:

Presidente: Ari Santos de Campos
Vice-Presidente de Administração: Alaércio José Lopes
Vice-Presidente de Finanças: Álvaro Pedro Ferreira
Vice-Presidente de Cultura e Relações Públicas: Luiz da Silva
Secretária: Maria Teresinha de Souza
Suplente da Diretoria: Luís Carlos Mello.

E para Coordenador da Ala Jovem da UBT, foi nomeado e também tomou posse nessa data, o prof. Odir Antônio Lehmkuhl.

 

Padre Heriberto José Schmitt também foi um trovador

Padre Heriberto José Schmitt, pároco e professor de português em Itajaí, também era trovador.

Patrono da Cadeira nº 9, da Academia Itajaiense de Letras, fundada em 10 de junho de 1998, cujo titular da cadeira é o acadêmico Ari Santos de Campos, membro fundador dessa agremiação.

Pe.Heriberto José Schmitt nasceu no Município de Luís Alves, localizado ao norte do Estado de Santa Catarina, no dia 10 de maio de 1916. Era o filho primogênito de Baltazar Ferdinando Schmitt e Ottilia Schmitt, que tiveram ao todo dez filhos – sendo quatro homens e seis mulheres. Sua família vivia basicamente da agricultura, embora seu pai, nas épocas de menor serviço na lavoura, para aumentar seu orçamento familiar, exercia conjuntamente o ofício de carpinteiro. Enquanto menino, padre Schmitt se comportava de forma meio curiosa; não era um menino prodígio, mas, além de muito obediente, destacava-se entre os demais, pela disposição e esforço, tanto na vida estudantil como também na vida familiar. Sua vocação, desde criança, era de ser padre. Um fato curioso aconteceu certa vez, quando cursava o ensino primário em Luís Alves. Enquanto o seu professor tomava a tabuada dos alunos em sala de aula, Heriberto esperava ansioso a sua vez de chamada, mas, no final, isso não aconteceu. Intrigado, dirigiu-se ao professor e perguntou.

– Professor, eu não fui chamado!?

Ao passo que o professor lhe respondeu.

– Ontem, em determinado momento, enquanto eu prossegui no caminho que fica do outro lado do rio, aos fundos de sua casa, eu vi você carregando um balde cheio de água, em uma de suas mãos, caminhando em direção a casa e dizendo, em voz alta, esta tabuada: você dizia, repetidamente, desde a beira do rio até a porta de sua casa, toda tabuada, e sem errar uma só vez. Então hoje você não precisa me dizer a tabuada, porque eu já constatei que você sabe, e sabe muito bem a tabuada.

Dessa forma, enquanto ele ajudava a mãe, com as tarefas de casa, exercitava o que lhe era ensinado nas aulas. Certamente por isso ele se destacava entre os colegas de aula.

Aos 11 anos de idade, depois de concluído o ensino primário, seu pai o matriculou no Colégio Interno “São Paulo” da cidade de Ascurra, em Santa Catariana. Isso aconteceu no dia 16 de fevereiro de 1927, onde lá concluiu o Ginásio e também o Científico.

Em seguida, entre 27 de janeiro de 1933 e 27 de janeiro de 1934, fez o noviciado em Campinas/SP. Ao terminar esse curso ingressou na Ordem da Congregação Salesiana “Dom Bosco” onde professou os primeiros votos trienais. Cursou a Faculdade de Filosofia em Lavrinhas/SP, entre os anos 1934 e 1935. Fez o tirocínio (prática da vida salesiana) nos anos 1936 a 1938 em Campinas/SP. Finalmente, entre 1939 e 1942 cursou Teologia no Instituto Teológico Salesiano Pio XI, na Lapa/SP, quando, então, viu realizado o grande sonho de sua vida. Tinha 27 anos de idade quando recebeu a ordenação sacerdotal pelas mãos de Dom José Gaspar, em São Paulo, no dia 08 de dezembro de 1942.

Padre Heriberto José Schmitt, ao longo de sua vida sacerdotal, exerceu diversos cargos importantes, tais como: Coordenador de estudos e disciplina, no Seminário Salesiano de Lavrinhas/SP, em 1943. Em seguida foi coordenador de Educação Religiosa no Colégio Salesiano de Niterói/RJ, no período de 1944 a 1947, e coordenador de estudos e disciplina no mesmo colégio em 1948. O mesmo cargo passou a exercer em Vitória (ES), no colégio Salesiano, de 1949 a 1952. Trabalhou no Colégio Dom Helvécio, em Ponta Nova (MG) e São Pedro dos Ferros (MG) de 1952 1967. Em 1968 foi transferido para Itajaí onde integrou a Comissão Municipal de Cultura e fundou diversas agremiações literárias e esportivas, sendo também idealizador da campanha do Presépio Natalino nos Lares e incentivador da Associação dos Devotos de Nossa Senhora Auxiliadora, ligada ao Colégio Salesiano. Durante longo período atuou como conselheiro espiritual do Clube Náutico Marcílio Dias. Especial atendimento sempre deu à Capela São Judas Tadeu, na Paróquia Salesiana de São João Bosco, em Itajaí.

Padre Schmitt exerceu o magistério por mais de 50 anos, dos quais, 21 no Colégio Salesiano de Itajaí, onde lecionou Latim, Religião, Literatura e, principalmente, Língua Portuguesa, sua especialidade. No dia 08 de dezembro próximo completaria 50 anos de Sacerdócio, dos quais, 25 anos vividos em São Paulo, Rio de Janeiro, Espirito Santo, Minas Gerais e o restante em Itajaí, onde, em 1988, recebeu da Câmara Municipal o título de Cidadão Honorário Itajaiense.

Finalmente, depois de longa luta conta problemas cardiovasculares, prestes a completar 76 anos de idade, no dia 05 de maio de 1992, numa casa onde morava desde 1991, no Parque Dom Bosco, em Itajaí, morre Heriberto José Schmitt, um grande mestre e competente padre.

O seu velório foi realizado na Capela do Colégio Salesiano no dia 06 às 16 horas e a missa, de corpo presente, presidida pelo Arcebispo Emérito de Florianópolis, dom Afonso Niehues, concelebrada pelo Inspetor Salesiano pe.Helvécio Baruffi e com a participação de outros 28 sacerdotes salesianos e diocesanos.

Centenas de pessoas, entre elas, muito de seus parentes, acompanharam as solenidades fúnebres, prestando as últimas homenagens ao pe.Heriberto José Schmitt, cujo corpo foi sepultado ao lado dos restos mortais do pe.Pedro Baron (fundador da obra salesiana em Itajaí) no cemitério municipal do bairro da Fazenda.

Jornais de Itajaí e Região fizeram a cobertura dos acontecimentos, conforme nota publicada pele pe.Licério J. Spesia, diretor do Colégio Salesiano de Itajaí.

No final da tarde do dia 05 de maio, pe.Décio Bona usa do telefone para dar a notícia do falecimento do padre Schmitt, no Parque Dam Bosco, na casa onde estava morando desde maio de 1991. Seu coração, já bastante debilitado pela longa doença que vinha enfrentando, parou definitivamente.

Padre Heriberto, há alguns anos, vinha enfrentando problemas sérios de saúde. Submetido à cirurgia delicada na perna, várias ameaças de enfarte e problemas de pulmão, passou os últimos anos internando em vários hospitais; Porto Alegre, Blumenau e por último em Itajaí, no Marieta Konder Bornhausen, onde ficou de 02 a 21 de abril. Foi bem atendido pelo hospital, pelas irmãs, enfermeiros e pelo doutor Garcia, seu ex-aluno. As visitas de parentes e amigos foram constantes e conformadoras para o padre.

Nos últimos tempos já tomava consciência da gravidade de seu estado de saúde. No dia 06 de abril, pela manhã, sentindo-se muito fraco, pediu à irmã Giovane, diretora do hospital, que chamasse outro padre para ministrar-lhe a Sagrada Unção dos Enfermos e Comunhão Eucarística. Recebeu com muita piedade e lhe agradecia constantemente. Aos poucos foi se recuperando e, com muita dificuldade, no dia 21 de abril recebeu alta do hospital.

Mas o padre Schmitt amava a vida. Queria celebrar, no dia 08 de dezembro, suas Bodas de Ouro sacerdotais. Desde dezembro de 1991, a cada dia 08, de cada mês, fazia questão de realizar “comemoração de ação de graças preparatória”, como dizia. Comemorava a vida. Ainda pela manhã e na tarde do dia que faleceu, andava pela cidade, preparando a festa de seu aniversário, que seria no dia 10 (domingo), queria realiza-la em Luís Alves, sua cidade natal, na Capela Dom Bosco de Canoas e na Gruta de Dom Bosco que ele mesmo construiu, junto a onde nasceu.

Gostava de festas, de alegria, de música e esporte. Grande torcedor do Marcílio Dias, o principal time de futebol de Itajaí. Mas o padre não descansava, estava sempre em movimento, e nem parava para tomar os cuidados necessários à sua saúde, a não ser quando internado em hospitais, e mesmo assim não tinha paciência para se acomodar.

E, logo depois da sua morte, em Porto Alegre/RS, o Jornal “SINTONIA” da Inspetoria Salesiana (ANO XXII Maio de 1992 – Nº 95), publicava a seguinte nota:

 

FALECEU PE. HERIBERTO

 

Queremos testemunhar que o pe.Heriberto José Schmitt morreu “vivendo a festa”! Morava ultimamente no Parque Dom Bosco por questões de saúde (menos escadas). A partir do último internamento, em abril, estava muito mais calmo e tranqüilo. Nas vésperas e no dia da morte, 05.05.92, andava às voltas organizando suas festas: a do dia 8, Sexta comemoração de “ação de graças” pelos próximos 50 anos de sacerdócio, e a do dia 10 de maio, para comemorar seus 76 anos de vida. Seria em Luiz Alves, convidava todos. Queria festa grande! Porém, no final da tarde, um mal súbito interrompeu os preparativos. Partiu em festa, sereno e, pelo que pudemos constatar, faleceu sem ter sofrido espécie alguma de agonia. No dia das mães celebrou seu aniversário com sua mãezinha, na plenitude!

Agradecemos aos irmãos salesianos, irmãs salesianas, parentes e amigos pela presença, pelo apoio e pelas preces.

Uma das obras de autoria do padre Heriberto José Schmitt:

 

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

 

Cidade entre mil outras de cantadas,

Infindas, atraentes, surge airosa,

De magia aureolada e esplendorosa,

A sonhar um porvir no amor das fadas.

 

Da crença e da cultura já irmanadas…

Erguida junto à onda preguiçosa,

Dum rio e de alva praia em que se goza,

Entre as vagas do mar alvoraçadas.

 

Inspiração fecunda e palpitante,

Toda tecida em cores emotivas,

Ante os barcos bailando aqui e ali…

 

Jóia rica dum vale verdejante,

Aspiração em flores sempre vivas

Ideal de progresso…  Itajaí! 

           (pe.Heriberto José Schmitt)

 

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

 

Seu sonho, a terra natal,

a terra do sonhador,

em busca do seu ideal

foi padre e bom trovador. 

                (Ari Santos de Campos)

Concurso Internacional de Trovas

Conforme resultado do concurso de trovas, dos I-Jogos Florais de Los Angeles-Califórnia, realizado em 2014, entre as 30 classificas , duas delas são de autores catarinenses:

———————————–
Nosso sol há de brilhar
com maior intensidade
quando a vida se curvar
para a paz da humanidade.
(Ari Santos de Campos)

————————————
Negros, brancos, amarelos,
vamos juntos, na igualdade,
atar com amor os elos
pela paz da humanidade.
(Eliana Ruiz Jimenez)

———————————–

I Jogos Florais de Los Ângeles-Califórnia-Tema: Humanidade

VENCEDORES:

 

1º Lugar

Nestes dias atuais

há tanta brutalidade

que o mundo dos animais

causa inveja à Humanidade!

Arlindo Tadeu Hagen

 

2º Lugar

Por mais que a mágoa te doa,

perdoa a quem mal te faz!…

Que a humanidade abençoa

teu gesto de amor e paz!

Professor Garcia

 

3º Lugar

Se, na Terra, a Humanidade

semeasse o amor fecundo,

a safra da caridade

matava a fome do mundo !!!

Heloisa Zanconato

 

4º Lugar

Quem dera que a humanidade

plantasse, em solo fecundo,

fraternidade e igualdade

e colhesse a  paz no mundo!

Wanda de Paula Mourthé

 

5º Lugar

Que a humanidade irmanada,

ao palmilhar sua trilha,

tenha a existência pautada

na paz, no amor, na partilha.

Relva do Egypto Rezende Silveira

 

MENÇÃO HONROSA

 

Ressente-se a humanidade,

para poder ser feliz,

da santa simplicidade

de São Francisco de Assis.

Arlindo Tadeu Hagen

 

É divina a inteligência

quando, com fé e humildade,

presta serviço à Ciência

para o bem da humanidade.

Alba Helena Corrêa

 

Não haverá sociedade

que possa ser construída

sem a fé na humanidade

e o respeito pela vida!

JB Xavier

 

Tenhamos capacidade

de plantar flor, sem barreiras,

transformando a humanidade

num só jardim… sem fronteiras.

Dodora Galinari   

 

Em meio à diversidade,

cada qual tem sua voz,

compondo, na humanidade,

a interação “eu” e “nós”.

Vanda Fagundes Queiroz

 

 

       MENÇÃO ESPECIAL

 

Deus, do altar da Eternidade,

olhando o Mundo que fez,

sofre ao ver a Humanidade

se destruindo outra vez !

Heloisa Zanconato

 

Seria sublime a vida,

pudéssemos, afinal,

ver a humanidade unida

num abraço fraternal.

João Costa

 

Jesus, o Mestre maior,

mostrou, com sua bondade,

que amar é sempre o melhor

caminho da humanidade!

Ana Cristina de Souza

 

Nas guerras, quanta matança,

é a mais triste  realidade,

morre  também  a  esperança

de paz  para a humanidade!

Edna Gallo

 

A humanidade produz

raros gênios, num depuro…

Eles são raios de luz

nos caminhos do futuro…

Milton Souza

 

TROVAS DESTAQUE

 

N o mar de lama do mundo

Há quem creia, de verdade,

Que ainda exista, lá no fundo,

Um pouco de humanidade.

Antonio Messias da Rocha Filho

 

Este abismo que o rancor

instalou na humanidade

só poderemos transpor

pela ponte da amizade.

Olympio da Cruz Simões Coutinho

 

Quando o homem se desarmar

a paz e a felicidade,

certamente hão de reinar

no seio da HUMANHIDADE!…

Maria Nelsi Sales Dias

 

Vive a humanidade, ausente,                                      

dos sentimentos mais nobres,                                        

distingue gente de gente:                                    

brancos, negros, ricos, pobres.

Simão Elane Marques Rangel

 

A Humanidade teria

Felicidade … ventura…

se os homens, a cada dia,

se drogassem de ternura!

Delcy Rodrigues Canalles

 

Nosso sol há de brilhar

com maior intensidade

quando a vida se curvar

para a paz da humanidade.

Ari Santos de Campos

 

A natureza ferida                  

à humanidade acentua:                 

− Destruir a minha vida

pode ser o fim da tua.

Wanda de Paula Mourthé

 

Negros, brancos, amarelos,

vamos juntos, na igualdade,

atar com amor os elos

pela paz da humanidade.

Eliana Ruiz Jimenez

 

 

A humanidade passeia

entre o descaso e o amor,

sem notar que a dor alheia

é também a sua dor…

Ana Cristina de Souza

 

Perdoa, meu Deus bendito,

a Terra que Te magoa;

na humanidade, acredito,

ainda existe gente boa!!!

Ercy Maria Marques de Faria

 

A violência se enraíza,

sai de moda a honestidade…

– Ou o homem se humaniza,

ou sucumbe a humanidade.

Antonio Augusto de Assis

 

Nas lutas pela igualdade,

por um caminho seguro,

deve andar a Humanidade

junto à Paz ,rumo ao futuro…

Ivone Prado

 

Entre os seres, na verdade,

em que pese o mar de lama,

eu prefiro a humanidade

que pensa…que faz…que ama!…

Flavio Roberto Stefani

 

Quem dera um jardim brotando

 no peito da humanidade

com a soberba murchando

e florescendo a humildade ! ! !

Eduardo A. O. Toledo

 

Neste mundo de conflito,

de tanta tristeza e guerra,

da humanidade, ouço o grito:

– Senhor, traz a Paz à Terra!…

Domitilla Borges Beltrame

 

 

Comissão Julgadora:

Dorothy Jansson Moretti-  dj.moretti@uol.com.br

José Lucas de Barros-  zelucas1203@bol.com.br

Amilton Maciel Monteiro – amilton.macielmonteiro@gmail.com

Alice Brandão-  tinalves@terra.com.br

Luiz Antonio Cardoso luizantoniocardoso@gmail.com

 

Coordenadoras:

 

Cristina Oliveira Chávez – CoLibriRoseBeLLe@aol.com

 

Gislaine Canales – gislainecanales@gmail.com

 

Encontro com trovadores da UBT em Santa Catarina

Foi com satisfação imensa que, no dia 02 de junho de 2014, o atual presidente Estadual da UBT de Santa Catarina, Ari Santos de Campos, recebeu em um dos restaurantes de Baln.Camboriú, os colegas trovadores: da UBT de Maringá-PR , Antonio Augusto de Assis; da  UBT de Porto Alegre-RS, Gislaine Canales; da UBT de Itajaí, Maria Teresinha de Souza e da UBT de Balneário Camboriú, Glédis Tissot e Eliana Jimenez.

A conversa foi bastante animada e, como não podia ser diferente, o assunto girou, quase que exclusivamente, em torno de poesia trovadoresca e da Instituição em Geral.

trovadoresca e da Instituição em Geral.

Nova Diretoria da UBT Nacional

Tomou posse no dia 01 de Janeiro de 2014 a nova Diretoria da União Brasileira de Trovadores (UBT) nacional, para um período de dois anos (01/01/2014 a 31/12/2015), conforme determina os Estatutos.

A Diretoria, eleita em outubro de 2013, ficou assim consistida.

  • Presidente: Domitila Borges Beltrame – São Paulo/SP
  • Vice-Presidente: Arlindo Tadeu Hagen – Belo Horizonte/MG
  • Secretário – JR Xavier – São Paulo/SP

Conselho Nacional.

  • Presidente: Flávio Roberto Stefani – Porto Alegre/RS
  • Vice-Presidente: Carolina Ramos – Santos/SP
  • Secretário: Maurício Friedrich – Curitiba/PR

Os Estados da Federação, que existem Diretoria Estadual da  UBT, ficaram assim constituídos.

Presidentes:

  • Flávio Roberto Stefani – Rio Grande do Sul
  • Ari Santos de Campos – Santa Catarina
  • Maurício Norberto Friedrich – Paraná
  • Myrthes Neusali Spina de Morais – São Paulo
  • Arlindo Tadeu Hagen – Minas Gerais.
  • Maria Nascimento Santos Carvalho – Rio de Janeiro.

XXI Jogos Florais de Porto Alegre

                      Os XXII Jogos Florais de Porto Alegre foram realizados nos dias 25, 26 e 27 de outubro de 2013, com a participação de Poetas Trovadores vindos de vários Estados Brasileiros e também do exterior.

                   De Santa Catarina participaram, além do presidente estadual da UBT Ari Santos de Campos, as trovadoras Gledis Tissot, presidente  da UBT de Balneário Camboriú, Eliana Ruiz Jimenez, vice-presidente dessa Seção, e Maria Teresinha de Souza representando a UBT de Itajaí.

                   Como já era esperado, o evento foi, realizado em Porto Alegre, um verdadeiro sucesso.

 

 

 

 

          Os XXII Jogos Florais de Porto Alegre foram realizados nos dias 25, 26 e 27 de outubro de 2013, com participação de Poetas Trovadores vindos de vários Estados Brasileiros e também do exterior.

          De Santa Catarina participaram além do presidente estadual da UBT, Ari Santos de Campos, as trovadoras Gledis Tissot, presidente da UBT de Balneário Camboriú, a vice-presidente dessa Seção, Eliana Ruiz Jimenez, e Maria Teresinha de Souza representando a UBT de Itajaí.

Como já era esperado, o evento foi um sucesso.