UBT DE PORTO ALEGRE/RS

Concurso Nacional/Intern. de Trovas –  Tema: LUZ (Líricas/filosó.)

VENCEDORAS

 1º lugar
Considere a dor, sem drama,
e carregue a sua cruz,
veja que a vela arde em chama
e morre…ao nos dar a luz!
VANDA ALVES DA SILVA – Curitiba PR  

2º lugar
Seu exemplo, pai amado,
é a lembrança mais querida,
é farol iluminado
pondo luz em minha vida.
JOSÉ GILBERTO GASPAR – São Bernardo do Campo SP  

3º lugar
Viva com honestidade,
que aos bons caminhos conduz;
quem usa a luz da verdade
enche este mundo de luz.
OLYMPIO DA CRUZ SIMÕES COUTINHO – Belo Horizonte MG  

4º lugar
Se uma sombra reproduz
todo brilho que se tem,
na intensidade da luz
só reluz quem faz o bem.
LUIZ POETA – Rio de Janeiro RJ

 5º lugar
Ao bailado dos lençóis,
quando o prazer nos conduz,
o amor inventa outros sóis
para abrigar nossa luz!
JOSÉ OUVERNEY – Pindamonhangaba SP 

MENÇÕES HONROSAS

Não reclamo ante os escolhos,
nas trevas, mantendo a calma…
Quem tirou-me a luz dos olhos,
pôs luz e brilho em minha alma!
SANDRO PEREIRA REBEL – Niterói RJ

À noite, o brilho do orvalho
é meu guia à luz difusa,
quando o amor procura atalho
que a teus braços me conduza.
WANDA DE PAULA MOURTHÉ – Belo Horizonte MG

Eu te neguei meu perdão
no instante da despedida.
Seguindo a luz da razão,
perdi a razão da vida.
RELVA DO EGYPTO REZENDE SILVEIRA – Belo Horizonte MG

Anoitece, e é tão bonito:
o sol que ainda reluz,
vai matizando o infinito
com pinceladas de luz!
SELMA PATTI SPINELLI – São Paulo SP

Na calma luz de quem ama
que ilumina este meu ser,
és o sol que se derrama
num sublime amanhecer…
B. XAVIER – São Paulo SP

 MENÇÕES ESPECIAIS

Pouca luz já mostra a trilha
para quem imita a vela
na chama que compartilha
e acaba, também com ela!
JOSAFÁ SOBREIRA DA SILVA – Rio de Janeiro RJ

Deus se desdobra no amor
e, deixa o ventre bem farto,
quando a mãe dá com fulgor
mais de uma luz num só parto!
AILTO RODRIGUES – Nova Friburgo RJ

luz física tem limite,
abrange espaço certeiro,
mas a luz que o amor emite
alcança o universo inteiro…
VANDA FAGUNDES QUEIROZ – Curitiba PR

Quando a aurora invade a terra
e a luz do sol varre os breus,
do rincão, ao pé da serra,
posso ver a mão de Deus!
EDMAR JAPIASSU MAIA – Nova Friburgo RJ

Dá-me, ó Deus, o dom fecundo
de ser luz onde estiver.
– Só merece estar no mundo
quem ao mundo o bem fizer!
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – Maringá PR

A luz é tão mais brilhante,
quando aquele que a contém,
ajuda o seu semelhante
a ter luz própria também!…
ROBERTO TCHEPLENTYKY – São Paulo SP

 Concurso Nacional/Inter. – Tema: SOMBRA (Humorísticas) 

 VENCEDORAS

Chega mais cedo o marido…
Grita o louro “dedo-duro”:
– Sem querer ser enxerido,
tem “sombra” pulando o muro!
WANDA DE PAULA MOURTHE – Belo Horizonte MG

Quando a sombra aliviava
na barraca, o sol a pino,
o feirante aproveitava
pra refrescar o pepino!
EDMAR JAPIASSU MAIA – Nova Friburgo RJ

Diz o bebum perturbado,
num tremendo “cai-não-cai”,
à sua sombra, intrigado:
– Onde você acha que vai?!
ERCY MARIA MARQUES DE FARIA – Bauru SP

Perdendo o que não podia,
– porque perder ninguém quer,
– chega em casa um belo dia…
e nem sombra de mulher!….
ERCY MARIA MARQUES DE FARIA – Bauru SP

Ao ver-te bela e envolvente,
a minha sombra se arrisca
e de maneira insolente
a tua sombra belisca…
DULCÍDIO DE BARROS MOREIRA SOBRINHO -Juiz de Fora MG

 MENÇÕES HONROSAS

Minha dúvida me assombra
e, nela, vou dar um fim,
pois pensa ser minha sombra
e não desgruda de mim!…
LUCÍLIA ALZIRA TRINDADE DE CARLI – Bandeirantes PR

Ao ver a sombra a seu lado
ela implorou: – Vem, querido!
Deu zebra: o vulto “ensombrado”,
dessa vez, era o marido!…
JOSÉ OUVERNEY – Pindamonhangaba SP

Uma sombra invade a rua;
tenso, o casal se retrai:
– Olha, meu bem, faltou Lua!
– Não, meu amor, sobrou pai!
JOSÉ OUVERNEY – Pindamonhangaba SP

Bairro pobre, tudo escuro,
mas no namoro se esmera,
e pra sombra atrás do muro,
tem até fila de espera…
CAMPOS SALES – São Paulo SP

Ao ver que a esposa tremia,
ele rezou na intenção
de que a sombra que fugia
fosse mesmo assombração!
ARLINDO TADEU HAGEN – Juiz de Fora MG 

MENÇÕES ESPECIAIS

Vendo um prefeito de escol,
cuja “mamata” me assombra,
não quero um lugar ao sol,
quero um lugar nesta sombra…
AUSTREGÉSILO DE MIRANDA ALVES – Senhor do Bonfim BA

Muita gente desviava
da sombra, lá da estradinha…
Mas tinha quem se arrumava
pra vir ali, à noitinha…
DARI PEREIRA – Maringá PR

O genro, que é só cautela,
o seu sonho já malogra…
não podendo pisar nela,
pisa na sombra da sogra…
ANTONIO COLAVITE FILHO – Santos SP

Se meu projeto malogra,
eu lanço a sogra na arena,
pois basta a sombra da sogra
que a desgraça se apequena!
JOSAFÁ SOBREIRA DA SILVA – Rio de Janeiro

O marido chega armado
e flagra o casal tremendo…
O amante ficou parado
e a sombra saiu correndo!
SÉRGIO FERRAZ DOS SANTOS – Nova Friburgo RJ

 Concurso Nacional: Tema VIDA – Novos Trovadores

 VENCEDORAS

O golpe mais inclemente,
bem mais que a morte temida,
é ver que os sonhos da gente
vão morrendo pela vida…
CLÓVIS WILSON MATTOS ANDRADE – Senhor do Bonfim – BA

Quando seus sonhos, querida,
vão se tornando enfadonhos,
não some sonhos à vida,
some mais vida a seus sonhos!
CLÓVIS WILSON MATTOS ANDRADE – Senhor do Bonfim – BA

A vida se poetiza
e ganha realce e brilho,
cada vez que se eterniza
no nascimento de um filho
LUZIA BRISOLLA FUIM – São Paulo – SP

MENÇÕES HONROSAS

Linhas mágicas marcando
quantas páginas da vida,
quais novelos se juntando,
do nascer…à despedida!
EULINDA BARRETO FERNANDES – Bauru – SP

Se os duros golpes da vida
vão nos deixando escolados,
sou mais minha mãe querida
com modos mais educados…
CARLOS HENRIQUE SILVA ALVES – Senhor do Bonfim – BA

Buscando a estrada florida,
praticando sempre o bem,
quero fazer desta vida
um grande louvor…Amém!
AGENIR LEONARDO VICTOR – Maringá – PR MENÇÕES

 ESPECIAIS

Sem ensaio, sem roteiro,
eu levo a vida adiante…
E me envolvo por inteiro,
numa trama fascinante!
LUZIA BRISOLLA FUIM – São Paulo – SP

Se na angústia eu me consterno
no tempo encontro guarida:
“não há de haver brilho eterno,
nem trevas por toda a vida”.
MARÍLIA OLIVEIRA – Porto Alegre – RS

Caminhe em frente e sorria,
leve contigo o segredo.
Na vida, sabedoria;
na morte, não tenha medo.
ANA CRISTINA SCHMIDT DA SILVA – Brusque – SC

 Concurso Estadual – Tema: TREVA líricas e filosóficas

 VENCEDORAS

Repensa a vida que levas:
se obscura, busca o esplendor,
nada pior do que as trevas
da inércia e falta de amor.
LUIZ DAMO – Caxias do Sul

No céu, só trevas havia
e a noite sentia ciúmes
dos coriscos que ela via,
na dança dos vagalumes!
DELCY CANALLES – Porto Alegre

Só reconhece o valor
da claridade de um lume
quem teve que sobrepor
trilhas de treva e negrume.
LISETE JOHNSON – Porto Alegre

Liberdade é treva ou luz
que a vida ensina a colher…
Desse modo nos conduz
para “existir” ou…”viver”…
MÍLTON SOUZA – Porto Alegre

Quando surge a luz o sol
que no horizonte se avista,
nesse divino arrebol
não há treva que resista!
IALMAR PIO SCHNEIDER – Porto Alegre

 MENÇÕES HONROSAS

Tanta escuridão no mundo,
sofrimento e muita dor!
Mas nas trevas, bem no fundo,
brilha uma estrela, a do amor!
AMÁLIA MARIE GERDA BORNHEIN – Caxias do Sul

Mesmo que a treva persista,
mesmo que surjam abrolhos,
nada faz com que eu desista
de ver a luz dos teus olhos.
CLÊNIO BORGES – Porto Alegre

Estude! Fuja da treva,
a riqueza é uma mentira,
o dinheiro, o ladrão leva,
o saber ninguém lhe tira.
NEOLY OLIVEIRA VARGAS – Sapucaia do Sul

Fez-se a treva em meu redor
quando te afastas de mim;
teu amor é a luz maior
que me faz feliz assim.
ALICE BRANDÃO – Caxias do Sul

É treva a droga que espalha
a dor…o medo…a ilusão…
pois a vida não se atalha
por becos de escuridão!
FLÁVIO ROBERTO STEFANI – Porto Alegre

 MENÇÕES ESPECIAIS

Meus pensamentos tristonhos
estão de treva inundados,
pela morte dos meus sonhos,
dos sonhos, por mim, sonhados!
GISLAINE CANALES – Porto Alegre

Estudo e trabalho são
meus pilares desde a infância
pois fugi da solidão
e das trevas da ignorância…
IALMAR PIO SCHNEIDER – Porto Alegre

Contemplo a noite sombria
que, a trevas, só se conduz
e, na minha fantasia,
vejo cascatas de luz!
DELCY CANALLES – Porto Alegre

Jamais verás uma estrela
mesmo às trevas, a brilhar,
sem que o sol permita vê-la
lhe cedendo seu lugar.
LUIZ DAMO – Caxias do Sul

Pretendo tirar da vida
muito amor, toda emoção,
e mesmo em treva sofrida,
ter laços no coração.
ZÉLIA DE NARDI – Caxias do Sul

 Concurso Estadual – Tema: BRILHO Humorísticas

 VENCEDORAS

No fim do túnel…a luz…
e ele sorriu…(sem razão).
O brilho foi sua cruz:
era um trem na contramão….
MÍLTON SOUZA – Porto Alegre

Se o marido vem pra cama
tendo no olhar outro brilho,
a mulher logo reclama
e é sempre o mesmo estribilho…
LUIZ MACHADO STABILE – Uruguaiana

Qualquer atalho na trilha
mostra o longe bem mais perto:
ouro falso também brilha
quando o “trouxa” crê no esperto…
MÍLTON SOUZA – Porto Alegre

Panela velha brilhando
capricha a dona de casa,
enquanto vai cozinhando
o marido manda brasa.
MAGNÓLIA DA ROSA – Porto Alegre

O marido anda ofuscado
em casa, sempre sozinho,
contudo, ele tem brilhado
no apartamento vizinho…
LUIZ MACHADO STABILE – Uruguaiana

 MENÇÕES HONROSAS

Diz ter brilho com fartura,
vai vencer os candidatos,
tem ouro na dentadura
e lustrou bem os sapatos.
NEOLY DE OLIVEIRA VARGAS – Sapucaia do Sul

Esgualepado e sem brilho,
vovô sapeca a mulata
gemendo num estribilho:
“mata o veio agora, mata”.
DORALICE GOMES DA ROSA – Porto Alegre

Brilha mais que vagalume,
a coroa dançadeira,
noutro dia é só queixume
e aquela dor nas “cadeira”.
MAGNÓLIA DA ROSA – Porto Alegre

Ela adorava luzir,
em tudo queria brilho…
E comprovou-se ao cair:
lantejoulas no fundilho!…
LISETE JOHNSON – Porto Alegre

Entre brilhos…Que se viu!
A “tomara” que vestia,
Foi se soltando…e caiu.
– Mostrou mais que deveria…
CLÁUDIO DERLI SILVEIRA – Porto Alegre

 MENÇÕES ESPECIAIS

É por minha Trepadeira
que o vizinho brilha o olho.
e eu que não “to” pra bobeira,
boto pra dentro…recolho…
CLÁUDIO DERLI SILVEIRA – Porto Alegre

O cara diz ter cultura,
nem precisar de concurso,
o ouro da dentadura
vai dar brilho ao seu discurso.
NEOLY DE OLIVEIRA VARGAS – Sapucaia do Sul

Arriscou: – Mas que tesouro!
(ao ver, no cozido, um brilho)
Pois era um dente de ouro,
boiando entre os grãos de milho.
LISETE JOHNSON – Porto Alegre

A cachaça e o desapego
fez o gaudério ir embora,
amanheceu sem pelego
e o brilho do sol lá fora.
MARIA DORNELLES – Itapuã

Diz ser o tal no rodeio,
pois doma qualquer potrilho,
mas foi um tombo bem feio,
que lhe tirou todo o brilho.
NEOLY DE OLIVEIRA VARGAS – Sapucaia do Sul